Polémicas

António Sérgio vs. Jaime Cortesão: Historismo e parasitismo

O centenário de 1915
Jaime Cortesão, A Vida Portuguesa, n.º 2, 15 de Novembro de 1912, pp. 9-10.

As Universidades Populares: I - Sua missão e necessidade em Portugal
Jaime Cortesão, A Vida Portuguesa, n.º 3, 30 de Novembro de 1912, pp. 19-20.

Variações do amigo Banana, amador de estudos históricos, sobre Inquisição e Humanismo; divulgadas para entretem dos ociosos por um seu familiar indiscreto, e também amador dos ditos estudos
António Sérgio, A Vida Portuguesa, n.º 4, 15 de Dezembro de 1912, pp. 28-30.

As Universidades Populares: VI - A Universidade Popular do Porto e a Renascença Portuguesa
Jaime Cortesão, A Vida Portuguesa, n.º 10, 16 de Março de 1913, pp. 73-74.

Carta a José Fagundes, Poeta lírico, sobre o Bacharel e suas causas
António Sérgio, A Vida Portuguesa, n.º 12, 17 de Abril de 1913, pp. 91-94.

Golpes de malho em ferro frio
António Sérgio, A Vida Portuguesa, n.º 16, 2 de Agosto de 1913, pp. 121-128.

O elogio mútuo
Jaime Cortesão, A Vida Portuguesa, n.º 16, 2 de Agosto de 1913, p. 121.

O parasitismo e o anti-historismo. Carta a António Sergio
Jaime Cortesão, A Vida Portuguesa, n.º 18, 2 de Outubro de 1913, pp. 137-139.

O parasitismo peninsular. Carta a Jaime Cortesão
António Sérgio, A Vida Portuguesa, n.º 20, 1 de Dezembro de 1913, pp. 153-159.

Universidade Populares: VIII - A Universidade Popular do Porto e o problema da Instrução Primária
Jaime Cortesão, A Vida Portuguesa, n.º 21, 15 de Janeiro de 1914, p. 163.

Universidades Populares: IX - Nacionalismo e Cosmopolitismo
Jaime Cortesão, A Vida Portuguesa, n.º 22, 10 de Fevereiro de 1914, p. 9.

O problema da cultura
António Sérgio, A Vida Portuguesa, n.º 23, 1 de Março de 1914, pp. 21-22.