logo revista

N.º 1 | Maio 1922


Do Livro de versos deixado inédito por Mário de Sá-Carneiro Poemas de Paris
Carneiro, Mário de Sá (1890-1916)

Ver analítico


pagina
100% 37 / 66