Polémicas

João José Cochofel, Mário Dionísio e Fernando Lopes Graça vs. António José Saraiva e Álvaro Cunhal: A ponte abstracta

Humanismo e ciência
António José Saraiva, Ler, Ano 1, n.º 2, Maio de 1952, pp. 1-2.

Notas soltas acerca da arte, dos artistas e do público
João José Cochofel, Vértice, Vol. XII, n.º 107, Julho de 1952, pp. 343-349.

Problema mal posto
António José Saraiva, Vértice, Vol. XII, n.º 109, Setembro de 1952, pp. 495-499.

Problema falseado
João José Cochofel, Vértice, Vol. XII, n.º 109, Setembro de 1952, pp. 500-504.

O sonho e as mãos
Mário Dionísio, Vértice, Vol. XIV, n.º 124, Janeiro de 1954, pp. 33-37.

O sonho e as mãos - II
Mário Dionísio, Vértice, Vol. XIV, n.º 125, Fevereiro de 1954, pp. 93-101.

A ponte abstracta
António José Saraiva, Vértice, Vol. XIV, n.º 128, Maio de 1954, pp. 286-288.

Uma carta
João José Cochofel, Vértice, Vol. XIV, n.º 130, Julho de 1954, pp. 421-422.

Cinco notas sobre forma e conteúdo
António Vale [Álvaro Cunhal], Vértice, Vol. XIV, n.º 131-132, Agosto-Setembro de 1954, pp. 466-484.

Uma carta do nosso colaborador António José Saraiva
António José Saraiva, Vértice, Vol. XIV, n.º 133, Outubro de 1954, p. 569.

Uma carta do nosso colaborador Mário Dionísio
Mário Dionísio, Vértice, Vol. XIV, n.º 133, Outubro de 1954, pp. 566-568.

Uma carta do nosso colaborador Fernando Lopes Graça
Fernando Lopes Graça, Vértice, Vol. XIV, n.º 134, Novembro de 1954, pp. 645-646.

Encerramento de uma polémica
Redacção de Vértice, Vértice, Vol. XIV, n.º 135, Dezembro de 1954, pp. 726-727.