Documentos

Separatas da Seara Nova

A instrução pública em Gôa (ensaio de um plano de reforma)
António Santana Rodrigues, Separata da Seara Nova, Lisboa, 1927.

A Educação Nova no Congresso de Locarno e na reunião da cidade de Genebra do Centro Internacional de Educação
Álvaro Lemos, Separata da Seara Nova, Lisboa, 1928.

As mulheres e o feminismo
Emílio Costa, Separata da Seara Nova, Lisboa, 1929.

A evolução espiritual de Antero (ensaio breve de interpretação)
Joaquim de Carvalho, Separata da Seara Nova, Lisboa, 1929.

14, cité falguière
Diogo de Macedo, Separata da Seara Nova, Lisboa, 1930.

A política do idioma e as universidades
Manuel Rodrigues Lapa, Separata da Seara Nova, Lisboa, 1933.

O suicídio dos catedráticos de Coimbra
Eduardo Salgueiro, Separata da Seara Nova, Lisboa, 1933.

Três notas sobre Henrique Frederico Amiel
Castelo Branco Chaves, Separata da Seara Nova, Lisboa, 1934.

Nazaré e o seu pôrto
Vasco da Gama Fernandes, Separata da Seara Nova, Lisboa, 1946.

O estudo do negro
Francisco Tenreiro, Separata da Seara Nova, Lisboa, 1950.

A folia e a dor na obra de José Malhoa
Egas Moniz, Separata da Seara Nova, Lisboa, 1955.

A meditação filosófica no novo mundo
José Augusto Sant'Anna Dionísio, Separata da Seara Nova, Lisboa, 1955.

O sentido da cultura em Portugal no século XIV
Jaime Cortesão, Separata da Seara Nova, Lisboa, 1956.

Acção das radiações ionizantes sobre a célula
Flávio Resende, Separata da Seara Nova, Lisboa, 1957.

Perspectivas de abastecimento eléctrico da Europa com reactores nucleares
Armando Gibert, Separata da Seara Nova, Lisboa, 1957.

Niels Bohr. Um cientista da era atómica
Mário A. Silva, Separata da Seara Nova, Lisboa, 1963.