Nomes Singulares

Pessanha, Camilo
(1867-1926)
poeta, escritor

Autor Singular7
Nome Singular Citado18
Obra Citada1
Voz debil que passas (...)
Pessanha, Camilo (1867-1926)
A Águia, 2ª série, vol. IX, N.º 50, Fev. 1916, Literatura, p. 46
Poemas Ineditos
Pessanha, Camilo (1867-1926)
Centauro, N.º 1, Outubro-Novembro-Dezembro 1916, pp. 13-31
Vozes do Outono
Pessanha, Camilo (1867-1926); Osório, Ana de Castro (1872-1935)
Atlântida, N.º 27, 15 de Janeiro de 1918, pp. 383-387
Dois sonetos inéditos de Camillo Pessanha
Pessanha, Camilo (1867-1926)
Contemporânea, 3.ª Série, N.º 1, Maio 1926, pp. 11-12
Macau e a gruta de Camões
Pessanha, Camilo (1867-1926)
Contemporânea, 3.ª Série, N.º 3, Julho-Outubro 1926, pp. 116-118
Três sonetos ineditos de Camillo Pessanha
Pessanha, Camilo (1867-1926)
Seara Nova, N.º 130, 27 de Setembro de 1928, p. 186
Um inédito de Camilo Pessanha
Pessanha, Camilo (1867-1926)
Seara Nova, N.º 680, 24 de Agosto de 1940, p. 59