Nº 32 | 7 de Julho de 1924


O desvario do ouro: A suprema igualdade e os que pretendem subornar a própria morte!

Ver analítico


Os espectadores da Morte
A sensualidade e a estética das execuções públicas; O homem ante as visões sangrentas.
Castro, José Maria Ferreira de (1898-1974)

Ver analítico


Oração ao trabalho: A enxada e a espingarda
Símbolo da vida e símbolo da Morte
Domingues, Mário (1899-1977)

Ver analítico


A vida do campo é uma bela mulher sem "coquetterie"; (...)
Malesherbes, Christian Guillaume de Lamoignon de (1721-1794)

Ver analítico


A vida do campo pode ser monótona e aborrecida para (...)
Abilos (?-?)

Ver analítico


A caminho de casa
Santos, António dos (?-?)

Ver analítico


pagina
100% 4 / 7