N.º 18 | 15 de Março de 1926


Superstições em Portugal
Com o introito; I - Os utensilios da feitiçaria; II - Filosofia das origens - simbolismo católico; III - As práticas caldaicas e egipcias. Intervenção das lendas cristans; IV - Cumplicidade da Igreja. - Os santos padroeiros, advogados das virtudes e dos vicios; V - O prémio e o castigo dos santos. - As promessas e as represálias. - O estudo comparativo; VI - As fascinações do imprevisto. - Perseguição e adaptabilidade. - Conclusão.
Batalha, Ladislau (1856-1939)

Parte 5 de 7

Ver analítico


A confiança leva a bem (...)
Sévigné, Marie de Rabutin-Chantal (1626-1696)

Ver analítico


Muitas vezes erra-se pelo modo (...)
Bruix (?-?)

Ver analítico


pagina
100% 14 / 20